20 dezembro, 2014

Em vias de extinção (2)

Alguém sabe me dizer onde é o "ninho" deles?

Um comentário:

Edison Junior disse...

Hoje em dia os cabaços estão sem eira nem beira!